As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE) a 30 de Abril, apontam para “alguma recuperação das produtividades nos cereais de Outono/Inverno, que beneficiaram das condições meteorológicas na fase de enchimento do grão”. O Instituto estima diminuições de 10% no trigo mole, cevada e aveia e de 15% no trigo duro e triticale, face a 2018.
De acordo com o Boletim mensal de agricultura e pescas, a preparação dos solos e sementeiras/plantações das culturas de Primavera está a decorrer “sem constrangimentos assinaláveis”.
O INE realça que as condições climatéricas ocorridas ao longo do mês “melhoraram o desenvolvimento vegetativo dos prados, pastagens permanentes e culturas forrageiras”. Contudo, nas regiões a sul do Tejo, o aumento da biomassa não foi suficiente para compensar o menor desenvolvimento até aqui registado. De acordo com o INE verifica-se uma “menor disponibilidade de matéria verde nas pastagens, prevendo-se também uma redução nas produções forrageiras para conservação (fenos, silagens e feno-silagens)”.
O mês de Abril foi chuvoso. A precipitação média foi cerca de 40% superior à normal. Abril é apontado como o quinto Abril mais chuvoso desde 2000