A EMAS-Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja não prevê problemas no abastecimento de água às populações devido à seca que atinge a região e o país.
Rui Marreiros, administrador da Empresa, garante que a abastecimento está assegurado a partir da barragem do Roxo. As captações subterrâneas podem, em caso de necessidade, ser utilizadas para abastecimento público.
A estas fontes, junta-se a nova estação de tratamento de água de Beja que permitirá, em breve, a ligação ao sistema de Alqueva, o que reforça a origem de água para distribuição, esclarece Rui Marreiros.